Atualizado em 17/10/2023

Para você que deseja aprender como vender doces, antes das dicas práticas, já adiantamos que o mercado é um dos mais promissores do setor alimentício no Brasil. Prova disso é que, segundo a pesquisa Consumo Equilibrado, o segmento de doces no Brasil chega a faturar 12 bilhões de reais a cada ano. E, muito além dos dados otimistas, vamos combinar: é difícil encontrar alguém que negue um docinho, não é mesmo? 

Então, agora pensando nas oportunidades para ganhar dinheiro vendendo doces, além das suas motivações, a seguir, vamos abordar os principais pontos e dicas essenciais para você ter um negócio lucrativo.

Como vender doces?

Para te ajudar na tarefa de como vender doces, separamos algumas dicas práticas que vão te ajudar na organização e planejamento do seu negócio, além de oferecer mais estratégias nas suas tomadas de decisões.

1. Pesquisa de mercado

Antes de começar, é importante entender o mercado de doces na sua área. Quais são os gostos e preferências dos consumidores locais? Quem são seus concorrentes? Quais diferenciais e novidades pode oferecer para sua futura clientela? 

Respondendo essas e outras perguntas do seu plano de negócios, vai ficar mais fácil identificar o mercado que pode atuar. Dessa forma, você também tem a vantagem de não apostar no escuro, correndo o risco de perder vendas. 

2. Planeje sua estrutura de trabalho

O local de produção e armazenamento dos seus doces precisa ser limpo e organizado, além de oferecer espaço suficiente para acomodar todos os seus utensílios de cozinha, como balanças, tigelas e formas.

A atenção em todos os detalhes deixa a rotina de trabalho mais eficiente, melhorando vários aspectos do negócio, entre eles: tempo de produção, evita os desperdícios e ajuda na padronização dos preparos. 

3. Calcule o preço de venda

Para precificar seus produtos, considere seus custos, basicamente são: produção, embalagem e logística. Lembrando que  é importante estabelecer preços que sejam competitivos e, ao mesmo tempo, justos.

4. Procure parceiros estratégicos

As parcerias com empresas e eventos podem ser uma boa estratégia para quem está começando a vender doces. Com elas, você tem mais facilidade para aumentar a visibilidade da sua marca, atrair novos clientes e gerar vendas adicionais. 

5. Escolha onde vender seus doces

A decisão de onde vender seus doces desempenha um papel fundamental no sucesso do seu negócio. Existem várias opções a serem consideradas, e a escolha dependerá da sua estratégia e do seu público-alvo. Logo, abaixo, fornecemos mais informações sobre suas possibilidades. 

E já adiantamos: leve em consideração o seu público-alvo, a concorrência local, os custos associados a cada canal de venda e as oportunidades de crescimento. 

7 Ideias de doces para vender

Para vender seus docinhos e garantir uma renda extra ou começar um novo negócio, você pode criar um cardápio variado ou pensar em algumas opções mais procuradas pelo seu público-alvo – as pessoas que pretende alcançar. 

Abaixo, listamos alguns dos pedidos campeões de audiência por quem vende e compra, além de alternativas mais nichadas.

1. Brigadeiro

Esse é um dos doces mais populares no Brasil. A receita é simples e pode ser feita em grandes quantidades. Para se destacar, uma boa dica é oferecer brigadeiros gourmet, com sabores diferenciados como Nutella, paçoca e pistache.

2. Algodão doce

Essa é uma opção divertida e colorida para festas e eventos. Para quem quer produzir algodão doce em casa, é necessário ter uma máquina específica.

3. Palha Italiana

É uma boa para quem deseja produzir doces em grande quantidade, pois é fácil de fazer e pode ser cortada em porções individuais. A receita básica é feita com leite condensado, chocolate em pó e biscoitos amanteigados, mas é possível adicionar outros ingredientes para dar um toque especial, como castanhas e frutas secas.

3. Quebra queixo

Típico da região nordeste do Brasil e é feito com coco ralado e açúcar, além da possibilidade de incluir outros ingredientes para dar mais sabor, como amendoim e rapadura.

4. Doce de pote

Ele é prático e versátil, pois permite variar os sabores e criar opções personalizadas para cada cliente. Alguns deles são: brigadeiro de colher, doce de leite com amêndoas e compota de frutas. Para a venda, prefira embalagens de qualidade e, se possível, customize.

5. Doces gourmet ou doces finos

Eles são uma tendência que tem ganhado força nos últimos anos. Essas opções utilizam ingredientes de alta qualidade e têm um preparo mais elaborado, sendo indicado para oferta em alguns públicos específicos ou ocasiões especiais, como casamentos. Alguns dos exemplos são: macarons, cupcakes, brownies e camafeus de nozes.

6. Doces fit

Eles são ideais para pessoas que seguem dietas restritivas, praticam esportes ou, simplesmente, desejam cuidar da saúde. Eles são feitos com ingredientes mais saudáveis, por exemplo substituindo açúcares refinados por adoçantes naturais. Algumas das opções são: bolos sem glúten e sem açúcar e versões saudáveis de brigadeiro, feitas com biomassa de banana verde ou abacate. 

7. Doces veganos

Esses docessão produzidos sem a utilização de produtos de origem animal, como leite, ovos e mel. Para substituir esses ingredientes, existem os leites e açúcares vegetal, além dos substitutos do ovo (linhaça ou chia). E, aqui, o que não faltam são receitas alternativas para esse público.

Onde vender?

A escolha do local de venda é um dos pontos importantes para quem deseja comercializar doces. Você pode escolher algum ponto na rua, apostar no online ou manter uma combinação dos dois. 

Vender doces na rua

Para quem está começando, a movimentação das ruas é ideal. Nesse caso, você pode procurar algum ponto comercial para alugar ou algo mais básico e econômico que ofereça mais mobilidade e flexibilidade, como seu próprio veículo, um mini food truck, um food bike ou carrinho gourmet.

Se quiser aprender como fazer um carrinho para vender doces, existem vários tutoriais, veja, abaixo, um vídeo que separamos para você se inspirar.

Vender doces pela internet

Para aumentar o alcance das vendas ou quem sabe restringir só para o público conectado, a internet é uma oportunidade. Existem diversos canais de venda para te ajudar, entre eles os aplicativos de entrega de comida (iFood e Rappi) ou as redes sociais.

E as vendas de doces só por encomenda

As encomendas são uma alternativa para quem deseja vender doces, mas não tem disponibilidade para produzi-los em larga escala ou estão procurando apenas uma renda extra. Nesse caso, é possível investir nas datas comemorativas, como a Páscoa e o Natal. 

Dependendo de onde mora, basta colocar uma placa na frente da sua residência comunicando sobre suas vendas de doces por encomenda. Assim, os interessados te procuram quando achar melhor. 

Invista nas suas vendas e colha os resultados esperados

Aprender como vender doces é uma oportunidade para quem deseja empreender no setor alimentício. E o melhor é que, com dedicação e planejamento, seu sucesso é garantido. 

Aproveite nossas dicas para se manter atualizado das tendências do comércio e receber inspirações para atrair e conquistar uma base fiel de clientes.

Veja as vantagens do Apontador+ para atrair e fidelizar clientes